Logotipo Coonect.se
Banner A jornada do colaborador depende da segurança psicológica! Banner A jornada do colaborador depende da segurança psicológica!
Gestão
15/07/2021 Aline Dotta

A jornada do colaborador depende da segurança psicológica!

Muito além do processo de seleção e recrutamento, para garantir que um profissional agregue a um time e potencialize a performance, é necessário proporcionar um ambiente que alie a jornada do colaborador à consciência sobre a segurança psicológica. 


O sonho de qualquer gestor de RH é encontrar a pessoa certa para o lugar certo, já que é assim que qualquer empresa ganha em performance. O desejo de encontrar o perfil mais adequado sempre gera uma expectativa grandiosa ao processo de recrutamento e seleção, na busca por encontrar o candidato "perfeito" para determinada vaga.


O que grande parte das empresas não entende é que, mesmo com todos os testes psicológicos disponíveis, análises de perfil e um laudo de que o candidato é apto, podemos sugerir uma estimativa de que há apenas 45% de chance deste candidato ser o certo para a empresa.


Primeiro porque somos humanos, e não há nenhum teste que garanta total assertividade, segundo porque a responsabilidade de fechar essa equação e garantir o sucesso deste casamento é também da empresa, que deve cumprir com os seus 50% de responsabilidade.


É aí que entramos em um aspecto determinante para que qualquer empresa ganhe performance: a jornada do colaborador. Muito além da escolha de um profissional, a visão corporativa deve ampliar seu espectro, abrangendo também o treinamento, desenvolvimento, a retenção e o desligamento do profissional. 


Cada detalhe entra na conta de uma experiência positiva para o funcionário, que impactará diretamente na oferta de qualidade nas entregas diárias do time e da empresa como um todo.


Segurança Psicológica para criar um ambiente confiável 



Diferentes estudos de neurociência voltados ao ambiente corporativo comprovam a importância do pertencimento a um ambiente em que os profissionais não se sintam ameaçados para expor as suas ideias. Essa preocupação faz todo o sentido quando entendemos o conceito de segurança psicológica.


Para Amy Edmondson, escritora do livro "A Organização Sem Medo", o conceito de segurança psicológica está relacionado ao entendimento de que "a organização sem medo é aquela em que o medo interpessoal é minimizado para que a equipe e o desempenho organizacional possam ser maximizados em um mundo de conhecimento intensivo, não uma organização desprovida de ansiedade sobre o futuro".


Vale lembrar que essa é uma responsabilidade que vai além do RH, chegando a todos os líderes, gestores de pessoas e, em especial, à empresa como um todo. É como uma grande engrenagem que gira com a energia de uma cultura organizacional baseada nos princípios da segurança psicológica, casada com os valores bem fundamentados da marca e contribuindo significativamente para que todas as pessoas tenham seu espaço garantido.


Para que possamos aplicar segurança psicológica nas organizações é importante compreender seus 4 pilares: 


  • Segurança para se expressar

Quando o ambiente é seguro para que o colaborador expresse suas opiniões e ideias, para que consiga falar sobre os problemas e também possa questionar diferentes aspectos. Isso presume outros aspectos, como, por exemplo, o não julgamento e o acolhimento à diversidade.


  • Segurança para interagir

Não ferimos este princípio quando, na empresa, temos espaço seguro para solicitar auxílio, quando podemos ofertar e receber feedbacks, quando engajamos o time em assuntos mais desafiadores e até mesmo quando os colegas conseguem trocar ideias e tem espaço para manter um diálogo transparente.


  • Segurança para aprender

Muito além de participar de cursos e treinamentos, este princípio está relacionado à possibilidade dos colaboradores em fazer perguntas, sugerir inovações e poder arriscar a fazer algo novo. Aqui, tanto o funcionário quanto a empresa assumem o risco de inovar, sabendo que pode ser uma grande fonte de aprendizado.


  • Segurança para pertencer
    As pessoas se sentem valorizadas? Percebem que seu potencial é aproveitado e que fazem a diferença no time, nos processos e na empresa? Esse sentimento de pertencimento gera a segurança de sentir-se apoiado, sabendo que ninguém será excluído ou abandonado pela empresa.


A segurança psicológica é, sem dúvida, uma importante forma de pensar a jornada do colaborador, já que, na medida em que conseguimos criar um ambiente que assegure esses quatro pilares, garantimos relações mais sadias e prósperas.


A relação é construída abertamente, no dia a dia da empresa, e o seu verdadeiro impacto será perceptível em entregas com produtividade e resultados surpreendentes.


Espero que tenha gostado do conteúdo! Continue aprendendo, acesse nosso blog e venha se coonectar com a gente, através de muito conhecimento.


Conteúdos Relacionados

Liderança Tóxica ou Chefia Tóxica?

Gestão

Liderança Tóxica ou Chefia Tóxica?

Por que os líderes também podem ser tóxicos? O texto a seguir traz as diferenças entre o contágio positivo e negativo de um líder tóxico, o que fazer para não cair nesta armadilha e como reconhecer se você está sendo um líder ou chefe tóxico.
Ler Post
Tendências de Gestão de Pessoas: Qual é o nosso desafio?

Gestão

Tendências de Gestão de Pessoas: Qual é o nosso desafio?

Sabemos que estamos vivendo tempos diferentes, onde a mudança tem três elementos importantes, tanto para pessoas quanto para organizações: velocidade; conhecimento profundo e tecnologia.
Ler Post
Futuro do Trabalho: Adaptação das estratégias do RH

Gestão

Futuro do Trabalho: Adaptação das estratégias do RH

O futuro do trabalho, é um assunto difícil de ser abordado, visto que, já é possível visualizar seus sinais em nossa sociedade atual. Para facilitar seu entendimento, nossa especialista Anna Cherubina traz detalhes valiosos sobre este assunto. Confira!
Ler Post
Gestão por Competências: Mapeamento de competências

Gestão

Gestão por Competências: Mapeamento de competências

A gestão por competências se estabelece, de fato, na medida em que está alinhada ao planejamento estratégico da organização. Confira em detalhes o que é a Gestão por Competências e como aplicá-la corretamente em sua organização.
Ler Post
Felicidade e Espiritualidade no trabalho: Por que sua empresa precisa saber?

Gestão

Felicidade e Espiritualidade no trabalho: Por que sua empresa precisa saber?

Você sabe por que se tem produzido tanto conteúdo sobre felicidade e espiritualidade? Alguém já te perguntou se você é feliz no trabalho? Se isso te deixou inquieto, siga comigo, mas se ficou confortável, fique preocupado.
Ler Post
Gestão da Experiência do Colaborador: Sua empresa precisa ser especialista nessa atividade!

Gestão

Gestão da Experiência do Colaborador: Sua empresa precisa ser especialista nessa atividade!

O mundo mudou, um novo paradigma chegou com a Revolução Industrial 4.0 e Revolução Social 4.0, produção de serviços, conhecimento e crença da competitividade do século XX deixa lugar a nova crença do século XXI, a cooperação.
Ler Post
Trabalho Remoto: Como ser produtivo em Home Office?

Gestão

Trabalho Remoto: Como ser produtivo em Home Office?

Trabalho remoto se tornou comum para milhares de pessoas espalhadas pelo mundo inteiro. Trabalhar em casa pode ser mais desafiador do que parece, exigindo muita disciplina e foco. Pensando nisso, convidamos nosso especialista Jorge Bruno, para dar algumas
Ler Post
Onde está o seu coração?

Gestão

Onde está o seu coração?

Conheça os fatores para maximizar o sucesso da sua empresa, fazendo seus colaboradores levarem o coração para o trabalho.
Ler Post
Ícone Whatsapp