Logotipo Coonect.se
Banner Rotatividade de funcionários: Sua empresa deve tomar cuidado Banner Rotatividade de funcionários: Sua empresa deve tomar cuidado
Gestão
03/11/2021 Coonect.se

Rotatividade de funcionários: Sua empresa deve tomar cuidado

Parte mais que essencial para a construção e desenvolvimento de uma empresa, o quadro de colaboradores carrega consigo as respostas para o eventual sucesso, ou para o iminente fracasso, do seu negócio. Uma empresa que possui uma grande rotatividade de funcionários (também chamada de turnover) tende a perder produtividade, dinheiro, e até mesmo credibilidade com os parceiros comerciais.


O resultado final mais provável para um cenário desses é desastroso e por vezes enterra de vez os sonhos de empreendedores. E é por conta disso que a sua empresa deve tomar cuidado com um dos problemas corporativos mais comuns do mundo dos negócios.


Neste artigo vamos explicar o significado da palavra turnover e a sua relação com a rotatividade no emprego, listar as razões para algo assim acontecer numa empresa, além de oferecer dicas para que este não se transforme em um grande problema para o seu negócio.


O que é Turnover? 

O termo turnover é empregado na área de recursos humanos e designa o fluxo de saídas e entradas de funcionários em uma empresa. Para calcular esse índice é necessário observar o número de desligamentos e admissões de novos colaboradores em um período específico.


Esta métrica é muito importante para que uma empresa entenda o grau de retenção que ela tem com o seu quadro de colaboradores. Quanto mais uma empresa retém seus funcionários, melhor será a imagem de seu negócio, internamente, com a sua equipe, e externamente, perante os seus parceiros comerciais. 


Rotatividade não é o problema

Engana-se quem acha que uma empresa de sucesso é aquela onde não há rotatividade de funcionários. Ao menos esta relação não é necessária. Para que o seu negócio esteja sempre em crescimento às vezes é importante trocar alguns colaboradores, sobretudo aqueles que menos se engajam, aqueles que menos produzem, ou aqueles que menos se identificam com a empresa.


Aperfeiçoar o quadro de colaboradores de uma empresa é algo saudável e que tende a melhorar os resultados a curto, médio e longo prazo. Reter os talentos é outro fator que leva um empreendimento ao sucesso. Assim, os problemas começam quando o quadro de funcionários é trocado constantemente sem um planejamento prévio e estratégico, ou se a empresa passa a perder os seus melhores colaboradores.


Turnover voluntário e involuntário

Quando o empregado decide pedir demissão, ele entra para a estatística de turnover voluntário; já quando a empresa decide demitir um colaborador, definimos como um turnover involuntário.


O primeiro caso deve acender de forma imediata o sinal vermelho da área de RH de uma empresa. Entender o porquê de um funcionário ter pedido desligamento é tarefa imediata para o gestor, pois muitas vezes o pedido de demissão entrega problemas que a empresa possa estar passando, tais como:

  • Não está valorizando seus colaboradores;

  • Está com defasagem salarial;

  • Não oferece um plano de carreira para seus empregados;

  • Possui um ambiente tóxico.


Já no segundo caso, onde a empresa decide demitir membros de sua equipe, o sinal vermelho deve ser ligado caso o número de desligamentos seja alto ou contínuo. Nesse caso, sua empresa também pode estar passando por problemas como:

  • Falta de planejamento na hora de contratar;

  • Falha na busca do perfil profissional para determinado emprego;

  • Falha ao alocar colaboradores com potencial em funções erradas.


Em ambos os casos a sua empresa tende sempre a ser a maior prejudicada neste processo.


Entendendo as razões para alta rotatividade de funcionários 


Diversos motivos podem causar a saída de um profissional, separamos as mais comuns que tiram o sono de gestores e líderes.

  1. Salários baixos – Se a sua empresa possui uma política de oferecer salários menores que a média do mercado, saiba que há um grande risco de continuamente você perder seus melhores colaboradores para seus concorrentes diretos ou indiretos.

  2. Não reconhecer seus talentos – Uma das motivações mais comuns para um funcionário pedir desligamento do seu trabalho é a sensação de que ele não é reconhecido enquanto colaborador. Não possuir uma política de feedbacks constantes e produtivos acarreta em possibilidades maiores para perda de talentos numa empresa;

  3. Ambiente tóxico – Oferecer um ambiente saudável e agradável é de suma importância para gerar na sua equipe uma sensação de bem estar; se, pelo contrário, o ambiente de trabalho é regido por fofocas, falhas de comunicação, desentendimentos fúteis e linguagens inadequadas, a equipe tende a ser desunida e facilmente desmembrada;

  4. Falta de planejamento na contratação – Se o processo de contratação não for planejado e as entrevistas não forem conduzidas de forma técnica e inteligente, a probabilidade da empresa contratar o funcionário certo para o cargo errado ou o colaborador errado propriamente dito, é muito grande. E esta ação desastrosa dá início ao processo de alta rotatividade de funcionários.


Consequências da alta rotatividade de colaboradores

 

Uma empresa que vivencia continuamente problemas de turnover acaba gerando consequências bem negativas para o seu plano de crescimento.


Algumas das consequências mais imediatas são:

  • Sobrecarga da equipe – Quando um funcionário é desligado de uma empresa, a consequência imediata, até se contratar um novo colaborador, é a sobrecarga de trabalho para os funcionários que ficaram. O ambiente de trabalho em um contexto desses tende a ser desagradável e pode gerar descontentamento da equipe;

  • Aumento de custos – Rescisões contratuais geram custos, que serão adicionados aos custos para a contratação de um novo colaborador; além dessas despesas há ainda as relacionadas com o treinamento e capacitação do novo funcionário, já que o investimento feito com o anterior foi perdido;

  • Queda na qualidade da equipe – Quando um grande talento pede demissão da empresa, o resultado imediato é a perda de qualidade no quadro técnico, já que colaboradores de alto nível são peças raras no mercado. Assim, a perda de um talento é sentida imediatamente e só terá seu peso diminuído se a nova contratação for bem sucedida;

  • Perda de credibilidade com parceiros comerciais – Imagine que o colaborador responsável pelas vendas de seu produto ou serviço para um parceiro seja trocado a cada cinco ou seis meses. Seus parceiros percebem que algo não está dando certo e assim há perda de credibilidade junto ao seu público externo. Deixar de ser uma empresa exemplar para seus parceiros comerciais é uma perda inestimável, que deve ser evitada. 


Cuidados para reduzir o turnover em sua empresa 



A alta rotatividade de funcionários só proporciona resultados negativos para o desenvolvimento de um negócio. Pensando assim, cabe à área de RH, bem como a liderança da empresa elaborar estratégias e cuidados para que essa situação não aconteça em demasia.


Dentre os cuidados necessários, alguns valem a pena destacar:


Planeje cuidadosamente as contratações 

Para isso, elabore um plano estratégico inicial para que a sua empresa passe a melhor imagem possível no mercado. Assim, é natural que grandes talentos busquem se inscrever em seu programa de seleção de colaboradores. Com isto feito, detalhe minuciosamente o cargo e as atribuições que o futuro funcionário terá e assim a possibilidade de atrair pessoas erradas para o cargo diminuirá consideravelmente.


Possua uma política salarial competitiva

Sua empresa não precisa oferecer necessariamente os melhores salários do mercado, pois sabemos que a preocupação salarial é grande, mas não é a única dos grandes talentos nas empresas, mas possuir uma política salarial compatível com grande parte de seus concorrentes é de enorme importância.


Construa planos de carreira

Um colaborador que não consegue se enxergar crescendo dentro de uma empresa é um colaborador com grande potencial de insatisfação. Para resolver este problema, possua um projeto de crescimento profissional para seus funcionários e proporcione à todos a possibilidade de ser promovido, de crescer com a empresa e na empresa.


Crie e mantenha um ambiente saudável de trabalho

Estamos em um contexto onde cada vez mais profissionais valorizam o bem estar corporativo, que é aquela sensação agradável que temos ao ir para o ambiente de trabalho. Um ambiente agradável é um ambiente produtivo e fértil em termos de criatividade profissional. Alimente diariamente o clima de bem estar proporcionado pela sua empresa para os seus empregados;

Forneça feedbacks produtivos e inteligentes 

É através dos seus feedbacks que os profissionais vão conseguir crescer individualmente, corrigindo falhas e aperfeiçoando qualidades e acertos. Por isso que o feedback é uma prática das mais importantes para o desenvolvimento profissional e se bem feito ajuda a aumentar a produtividade da equipe além de desenvolver talentos dentro do ambiente de trabalho.

Capacite sua equipe

Investir em capacitação e conhecimento proporciona melhoras significativas a sua equipe. A capacitação por si só não retém talentos, mas certamente ajuda na percepção que seus colaboradores possuem da empresa. Uma empresa que investe em capacitação naturalmente tem uma sensibilidade maior para promover funcionários ou criar ambientes saudáveis de trabalho.

Ofereça qualidade de vida aos seus funcionários

A ideia pode ser ampla, mas se bem feita consegue não somente reter seus bons colaboradores como também criar uma dinâmica de equipe das melhores. Por isso invista recursos para oferecer qualidade de vida para seus empregados, seja flexibilizando a jornada de trabalho, ou recompensando metas cumpridas, ou fornecendo feedbacks para boas condutas.


Conclusão 

Mexer continuamente e de forma exagerada na equipe de trabalho é um sinal de que há algo de muito errado no ambiente corporativo. Entender o que sua empresa faz de errado para demitir em excesso e também para perder seus talentos é o pontapé inicial para resolver este problema e retomar o projeto de crescimento.


Bom planejamento gera retenção de funcionários de alto nível. E estes funcionários geram produtividade, receitas e crescimento para uma empresa. O ciclo é benéfico para todos.


E você, qual cuidado possui para não criar uma alta rotatividade de funcionários? 


Gostou desse artigo? Acesse nosso blog e coonect.se com à mais conteúdos como este.


Conteúdos Relacionados

Liderança Tóxica ou Chefia Tóxica?

Gestão

Liderança Tóxica ou Chefia Tóxica?

Por que os líderes também podem ser tóxicos? O texto a seguir traz as diferenças entre o contágio positivo e negativo de um líder tóxico, o que fazer para não cair nesta armadilha e como reconhecer se você está sendo um líder ou chefe tóxico.
Ler Post
Tendências de Gestão de Pessoas: Qual é o nosso desafio?

Gestão

Tendências de Gestão de Pessoas: Qual é o nosso desafio?

Sabemos que estamos vivendo tempos diferentes, onde a mudança tem três elementos importantes, tanto para pessoas quanto para organizações: velocidade; conhecimento profundo e tecnologia.
Ler Post
Futuro do Trabalho: Adaptação das estratégias do RH

Gestão

Futuro do Trabalho: Adaptação das estratégias do RH

O futuro do trabalho, é um assunto difícil de ser abordado, visto que, já é possível visualizar seus sinais em nossa sociedade atual. Para facilitar seu entendimento, nossa especialista Anna Cherubina traz detalhes valiosos sobre este assunto. Confira!
Ler Post
Gestão por Competências: Mapeamento de competências

Gestão

Gestão por Competências: Mapeamento de competências

A gestão por competências se estabelece, de fato, na medida em que está alinhada ao planejamento estratégico da organização. Confira em detalhes o que é a Gestão por Competências e como aplicá-la corretamente em sua organização.
Ler Post
A jornada do colaborador depende da segurança psicológica!

Gestão

A jornada do colaborador depende da segurança psicológica!

Nossa especialista Aline Dotta, explica em detalhes como a Jornada do Colaborador está ligada diretamente a segurança psicológica do profissional. Confira!
Ler Post
Felicidade e Espiritualidade no trabalho: Por que sua empresa precisa saber?

Gestão

Felicidade e Espiritualidade no trabalho: Por que sua empresa precisa saber?

Você sabe por que se tem produzido tanto conteúdo sobre felicidade e espiritualidade? Alguém já te perguntou se você é feliz no trabalho? Se isso te deixou inquieto, siga comigo, mas se ficou confortável, fique preocupado.
Ler Post
Gestão da Experiência do Colaborador: Sua empresa precisa ser especialista nessa atividade!

Gestão

Gestão da Experiência do Colaborador: Sua empresa precisa ser especialista nessa atividade!

O mundo mudou, um novo paradigma chegou com a Revolução Industrial 4.0 e Revolução Social 4.0, produção de serviços, conhecimento e crença da competitividade do século XX deixa lugar a nova crença do século XXI, a cooperação.
Ler Post
Trabalho Remoto: Como ser produtivo em Home Office?

Gestão

Trabalho Remoto: Como ser produtivo em Home Office?

Trabalho remoto se tornou comum para milhares de pessoas espalhadas pelo mundo inteiro. Trabalhar em casa pode ser mais desafiador do que parece, exigindo muita disciplina e foco. Pensando nisso, convidamos nosso especialista Jorge Bruno, para dar algumas
Ler Post
Ícone Whatsapp